XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Epidemiologia da ressuscitação cardiopulmonar na UTI de um hospital universitário pediátrico de Santa Catarina

Objetivo(s)

Realizar uma análise epidemiológica da ressuscitação cardiopulmonar na UTI de um hospital pediátrico de Santa Catarina.

Métodos

Trata-se de um estudo descritivo e retrospectivo. Foram estudados os pacientes internados na UTI pediátrica do Hospital Universitário Pequeno Anjo no período de 01 de janeiro de 2013 a 31 de julho de 2016 e que apresentaram PCR na UTI. Utilizou-se o protocolo UTSTEIN-modificado como instrumento de coleta de dados.

Resultados

Dos 663 pacientes internados no período analisado (3,5 anos), incluiu-se 80 pacientes no estudo. A incidência de parada foi de 12,06%. Cerca de 67% dos pacientes foram reanimados; a taxa de sobrevida atingiu 7,4%. Quanto ao sexo, 61% eram masculinos. Lactentes representaram 68,75% dos pacientes; pré-escolares, 12,5%; escolares, 11,25% e adolescentes, 7,5%. Assistolia foi o ritmo de parada encontrado em todos os pacientes, assim como todos estavam monitorados durante o evento; cerca de 6% estavam respirando espontaneamente; os demais, estavam em ventilação mecânica. O uso prévio de droga vasoativa ocorreu em 2/3 dos pacientes; 58% dos casos estavam usando adrenalina. Cerca de 41% dos pacientes tiveram choque como causa imediata da PCR. Doenças respiratórias foram a causa de óbito em 31% dos casos.

Conclusão

A incidência de PCR na UTI do Hospital Universitário Pequeno Anjo foi superior aos dados encontrados na literatura. Contudo, a maioria dos estudos foram realizados em países centrais, que contam com melhor aparato tecnológico. A taxa de sucesso encontrada foi semelhante aos estudos que não consideraram bradicardia como ritmo de parada. Os autores acreditam que a adoção de um protocolo de atendimento a PCR e o treinamento contínuo da equipe seja útil para a normatização do atendimento e registro, podendo inclusive auxiliar no incremento da taxa de sucesso.

Referências

MATAMOROS, M. Et al. In-hospital pediatric cardiac arrest in Honduras. Pediatric Emergency Care, Vol. 31, nº 1, Janeiro 2015. DEL CASTILLO, J. Et al. Cardiac arrest and resuscitation in the pediatric intensive care unit: A prospective multicenter multinational study. Resuscitation 85, 2014. MATSUNO, AK. Parada Cardíaca em crianças. Medicina (Ribeirão Preto), Ribeirão Preto, 2012, Vol.45, N.2, P.223-233.

Área

Gestão e Qualidade

Instituições

Autores

Guilherme Kriger, Janaína Sortica Fachini, Carolina Marchi, Jéssica Lajús Forte Lima