XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Utilização do método de triagem nutricional NUTRIC SCORE em uma Unidade de Terapia Intensiva de um hospital público de Joinville/SC

Objetivo(s)

Avaliar o risco nutricional de pacientes admitidos no Complexo de Terapia Intensiva de um hospital público utilizando método de triagem nutricional NUTRIC SCORE.

Métodos

Trata-se de uma pesquisa analítica observacional retrospectiva realizada no Complexo de Terapia Intensiva (CTI) de um hospital público do estado de Santa Catarina. Aplicou-se o método de triagem nutricional NUTRIC SCORE em todos os pacientes admitidos no CTI, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 18 anos e que permaneceram internados na unidade pelo período de no mínimo 48 horas. As variáveis utilizadas foram coletadas através do prontuário eletrônico do paciente no primeiro semestre de 2017. Em relação ao risco nutricional, os pacientes foram classificados de acordo com a pontuação estabelecida pelo método NUTRIC SCORE, a qual consiste em: 0-4 pontos – pontuação baixa (baixo risco nutricional); 5-9 pontos – pontuação alta (alto risco nutricional). Para a avaliação não foram utilizados os dados de interleucina-6. Foram analisados os desfechos clínicos dos pacientes avaliados, sendo eles alta para o setor ou óbito. O trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa.

Resultados

O estudo envolveu 150 pacientes. Entre os pacientes incluídos na pesquisa, 58,2% (n = 67) eram do sexo masculino. A idade média dos pacientes foi de 60,8 anos. A aplicação do NUTRIC SCORE permitiu observar que 62,1% (n = 54) dos pacientes encontravam-se em alto risco nutricional. Do total de prontuários avaliados, 40,2% (n = 35) foram excluídos por falta de dados. Em relação ao desfecho clínico, 65,5% (n = 85) pacientes foram de alta para o setor e 34,5% (n = 30) faleceram. Verificou-se que, entre os pacientes que foram a óbito, 13,5% (n = 25) apresentaram alto risco nutricional e 3% (n = 5) baixo risco nutricional.

Conclusão

Com a aplicação desta ferramenta, observou-se uma elevada prevalência de pacientes com alto risco nutricional, evidenciando a necessidade de uma terapia nutricional mais agressiva e de um acompanhamento nutricional frequente destes pacientes.

Referências

ROSA et al. Translation and adaptation of the NUTRIC SCORE to identify ill patients who benefit the most from nutrition therapy. Clin Nutr, 2016, p. 31-36.

Área

Renal, metabólico e nutrição

Instituições

Autores

Jaqueline Schroeder, Bruna Moraes Isidoro, Katherinne Barth Wanis Figueiredo