XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Incidência e localização de lesões por pressão em pacientes de uma unidade de terapia intensiva

Objetivo(s)

Descrever a incidência de lesão por pressão (LPP).

Métodos

Estudo quantitativo, descritivo, transversal e retrospectivo em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de uma instituição hospitalar municipal do norte de Santa Catarina (SC) no período de março a maio de 2017. A coleta de dados foi por meio dos indicadores de qualidade do Núcleo de Segurança do Paciente que contemplaram a notificação da ocorrência do evento adverso LPP e preenchido em uma planilha com informações sobre o estágio e localização da lesão pelos enfermeiros responsáveis pela assistência de enfermagem na UTI.

Resultados

Observou-se um aumento na ocorrência de LPP de estágio II no mês de abril, quando comparado com março, com redução em maio. A LPP de estágio IV apresentou uma redução considerável no período pesquisado, reduzindo de 16 para 4 ocorrências. Referente à localização da LPP, houve redução de ocorrência na região sacral, trocanter, calcâneo e narina, em contrapartida com o aumento na região occipital e labial

Conclusão

O estudo revelou que os pacientes internados na UTI apresentaram uma importante redução no evento adverso de lesão por pressão no grau e por localizações. Nesse ínterim, conhecer a incidência, estágio e localização da LPP possibilita avaliar a qualidade da assistência de enfermagem e, com base nisso, fortalecer a educação continuada quanto aos cuidados adequados para evitar a ocorrência de LPP.

Referências

Área

Gestão e Qualidade

Instituições

Autores

GRAZIANI MAIDANA ZANARDO, MURIEL MARINE DELMONEGO, GUILHERME MAIDANA ZANARDO, CRISTINA TEIXEIRA, Luiz Paulo de Lemos Wiese