XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Retirada precoce da sonda vesical na unidade de terapia intensiva

Objetivo(s)

Apresentar a utilização de barreiras de prevenção que auxiliem os profissionais no controle das infeções de trato urinário (ITU's) relacionados ao uso cateter vesical de demora (CVD) na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Regional Alto Vale (HRAV).

Métodos

Estudo descritivo retrospectivo realizado entre 01/2014 e 12/2016, foi desenvolvido em uma Unidade de Terapia Intensiva adulto, que atende 20 leitos clínicos e cirúrgicos, no Hospital Regional do Alto Vale. Os dados foram analisados antes da implantação do bundle entre 01/2014 e 03/21015 e após a implantação, entre 04/2015 e 12/2016.

Resultados

As taxas de uso de CVD reduziram de 82,98% em 2014, para 48,07% em 2015 e 46,40% em 2016, uma redução aproximada de 78%. Observa-se que após a implantação do bundle houve redução dos índices de ITU da UTI, sendo 19,74/1000 em 2014, 12,94/1000 em 2015 e 4,40/1000 em 2016. A adesão observada nas medidas do bundle no período de 04/2015 a 12/2016 foi de: 99% para volume de urina da bolsa esvaziado uma vez ao turno ou sempre quando estiver 2/3 do nível da mesma; 84,19% fixação adequada da sonda; 98% para fluxo urinário desobstruído; 98% para higiene perineal realizada no mínimo 1 vez ao dia e; 99% para saco coletor mantido abaixo do nível da bexiga.

Conclusão

Concluiu-se que a utilização do Bundle de ITU é eficaz na prevenção da ITU quando aplicado por profissional capacitado, também é vital a manipulação/manutenção correta do CVD e a remoção precoce, portanto é fundamental que a instituição hospitalar amplie, difunda, treine e monitore o uso de protocolos relacionados à CVD.

Referências

Área

SEPSE/Infecção

Instituições

Autores

Débora Gonçaves Ferreira, Diogo Laurindo Brasil, Tiago Leitzke