XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Cateteres e sondas removidas acidentalmente em uma unidade de terapia intensiva

Objetivo(s)

identificar a incidência e causa da remoção acidental de cateteres e sondas

Métodos

Estudo quantitativo, descritivo, transversal e retrospectivo em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de uma instituição hospitalar pública do norte de Santa Catarina (SC) no período de janeiro a abril de 2017. Para coleta de dados foi utilizado o Sistema Micromed dos eventos adversos preenchidos pelos enfermeiros responsáveis pela assistência da referida UTI com as informações: tipos de cateteres e sondas removidos acidentalmente que incluíam tubo orotraqueal, acesso venoso central, acesso venoso periférico, cateter arterial, sonda enteral, cateter de hemodiálise, sonda vesical de demora, sonda nasogástrica, dreno de tórax e cateter central de inserção periférica. Quanto às causas, foram elencados os seguintes motivos por paciente e por obstrução: intervalo, cuidados, agitação-confusão súbita, material inadequado, sinais flogísticos, outros, espontânea, procedimentos e exames. A análise dos dados foi realizada por meio da estatística descritiva e apresentada na forma de gráficos e quadros

Resultados

O estudo demonstrou a remoção de cateteres e sondas em todos os meses pesquisados, sendo 103 notificações, com maior evidência em janeiro (30%) e abril (26%). Observou-se a perda da sonda enteral em (31%) e (48%) nesses meses respectivamente, acesso venoso periférico (16%) e (15%), acesso venoso central (6%) e (7%), cateter arterial (6%) e (15%), sonda vesical de demora (6%) e (0%) e cateter central de inserção periférica (3%) e (0%). Em abril foram registrados sonda nasogástrica (7%), tubo orotraqueal (4%) e dreno de tórax (4%). Identificou-se como principal causa a agitação e confusão súbita do paciente, seguido de material inadequado e cuidados prestados pela equipe de enfermagem

Conclusão

Houve uma redução na maioria das causas de remoção de sondas e cateteres no período.A equipe de enfermagem prestou uma assistência adequada aos pacientes e deve-se manter a notificação para identificar os erros e por meio da educação continuada orientar a equipe de enfermagem.

Referências

Área

Gestão e Qualidade

Instituições

Autores

GUILHERME MAIDANA ZANARDO, DEIVED JUNIOR LEVINSKI, GRAZIANI MAIDANA ZANARDO, ANDRESSA FELLIANE BELLIZZI, TATIANE MACAN DE FÁVARI, FABIANE GUIZONI, BRUNA BENET