XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Eventos adversos notificados em uma unidade de terapia intensiva do norte de Santa Catarina-SC

Objetivo(s)

identificar os eventos adversos notificados

Métodos

Estudo quantitativo, descritivo, transversal e retrospectivo realizado de janeiro a abril de 2017 em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de uma instituição hospitalar pública do norte de Santa Catarina (SC). A coleta de dados foi por meio do Sistema Micromed alimentado pelos enfermeiros responsáveis pela assistência da referida UTI e que incluíam os seguintes eventos adversos: falha na administração de medicamentos, lesão cutânea, queda do paciente, remoção de sondas e cateteres, lesão por pressão (LPP). A análise dos dados foi realizada por meio da estatística descritiva e apresentada na forma de gráficos e quadros.

Resultados

O estudo demonstrou a notificação dos eventos adversos em todos os meses pesquisados com maior ocorrência no mês de abril (123). Foi evidenciada lesão por pressão (40%) como evento de maior prevalência, seguido de lesão cutânea (33%), remoção de sondas e cateteres (22%) e falha na administração de medicamentos(5%). Com relação ao evento adverso mais evidente, 75% dos pacientes internados na UTI apresentaram LPP, destas, (33%) foram desenvolvidas no setor em um período de 11 dias. Observou-se o índice de 15% no uso da escala de Braden no mês de abril, que auxilia na avaliação das alterações da integridade da pele que comumente resultam em lesões denominadas úlceras de pressão (U.P.), porém os cuidados adequados com a Braden foram de 44% no mês de março.

Conclusão

Observou-se um aumento nas notificações de eventos adversos e ocorrência de LPP no período estudado. O estabelecimento de medidas de prevenção como a mudança de decúbito efetiva, posicionar paciente na poltrona e o adequado uso da escala de braden poderiam reduzir a ocorrência das LPPs, tempo de permanência e outras comorbidades associadas a este evento. Acredita-se que os eventos adversos notificados norteiam a necessidade de qualificar a assistência prestada ao paciente.

Referências

Área

Gestão e Qualidade

Instituições

Autores

GUILHERME MAIDANA ZANARDO, GRAZIANI MAIDANA ZANARDO, ANDRESSA FELLIANE BELLIZZE, TATIANE MACAN DE FÁVERI, BRUNA BENEDET, FABIANE GUIZONI