XVII Congresso Sul Brasileiro de Medicina Intensiva

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

O ENFERMEIRO NA ASSISTÊNCIA AO PACIENTE EM PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO DE CIRURGIA CARDÍACA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Objetivo(s)

Relatar a experiência vivenciada acerca das atribuições do enfermeiro na assistência ao paciente em pós-operatório imediato de cirurgia cardíaca.

Métodos

Estudo descritivo, do tipo relato de experiência, resultante da atuação do profissional enfermeiro em uma Unidade de Terapia Intensiva Cardiológica (UTIC) de um hospital geral, de porte IV, de um município da região noroeste do estado do Rio Grande do Sul. A UTIC disponibiliza 10 leitos, um é destinado para isolamento. Esta vivência faz parte do desenvolvimento do estágio curricular supervisionado do curso de especialização em Enfermagem em Terapia Intensiva Coronariana e Hemodinâmica, no período de novembro a dezembro de 2015.

Resultados

A UTIC apresenta-se restrita, concentra aparato tecnológico de alta complexidade e conta com equipe multiprofissional e qualificada. Os pacientes submetidos à cirurgia cardíaca na sua maioria eram do sexo masculino e idoso, como principal fator de risco a hipertensão associada a outras comorbidades. O enfermeiro no contexto geral da UTIC atua na admissão do paciente junto à equipe multiprofissional de forma sincrônica e segura; auxilia na estabilização do paciente, realiza exame físico e sistematização da assistência, assiste a equipe técnica de enfermagem e corrobora para monitorização hemodinâmica, oxigenação, instalação e mensuração da pressão venosa central, ordenha manual do dreno de mediastino, realização do eletrocardiograma, primeiro curativo pós-operatório O período do pós-operatório imediato requer avaliação holística, atenção, destreza e segurança do enfermeiro para atender as demandas do mesmo e evitar complicações. Além dos procedimentos de sua competência também estende o cuidado aos familiares dos pacientes informando-os sobre a cirurgia e procedimentos realizados e rotinas da unidade. Tem como responsabilidade o gerenciamento do setor, organização e dimensionamento pessoal.

Conclusão

Dessa forma, destaca-se a importância e relevância do enfermeiro na assistência, que vai aquém dos procedimentos técnicos, perpassa ações de gerenciamento e sistematização do cuidado que contribui e auxilia para a efetividade da assistência promovendo a melhora do paciente cirúrgico.

Referências

Área

Peri operatório

Instituições

Autores

GRAZIANI MAIDANA ZANARDO, GUILHERME MAIDANA ZANARDO, LUANA MENEZES